Amigos se emocionam em enterro de jogador do Sobradinho e filho de piauiense assassinado a tiros no DF

0
1908
13/12/2017. Crédito: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A. Press. Brasil. Brasilia - DF. Enterro de Raul Víctor Garcez Soares, jogador do time de Sobradinho.

Volante Raul Víctor, 19 anos, faria sua primeira competição profissional no Candangão 2018

Familiares, amigos e treinadores do jogador de futebol Raul Víctor Garcez Soares, 19 anos, se despediram dele na manhã desta quinta-feira (14/12). O velório do volante ocorreu em meio a muita comoção, no cemitério de Sobradinho. Raul foi assassinado a tiros por ocupantes de um Hyundai HB20 branco enquanto disputava uma pelada na AR 3 de Sobradinho 2, na noite de terça-feira.

No sepultamento, muitos amigos de infância prestaram as últimas homenagens a Raul. A amiga Luana Alves, 18 anos, conhecia Raul desde a infância. Eles cresceram juntos em Sobradinho. “Ele era uma pessoa maravilhosa, sempre carinhoso e atencioso com todo mundo. E era bom de bola desde pequeno”, conta. A turma de amigos formada na região encheu a capela para se despedir de Raul no cemitério. 
 
Todos ainda pareciam não acreditar na tragédia. Vez ou outra, um amigo relembrava os momentos alegres de Raul vendo vídeos e fotos dele no celular. Vinícius Lucas de Campos e Ricardo Guilherme Malta, ambos de 18 anos, estiveram com Raul no dia em que ele foi morto. “Treinamos com ele naquela manhã e almoçamos juntos”, diz Ricardo.
 
Os dois treinavam com Raul na equipe Sub-20 do Sobradinho e compartilhavam o entusiasmo de se profissionalizar no futebol. O Candangão seria a primeira competição profissional de Raul. “Ele estava muito feliz e focado. Era um guerreiro, um batalhador”, disse Vinícius, sobre o amigo de infância e colega de profissão.
 
Raul também jogou nas categorias de base do São Paulo antes de atuar no Distrito Federal. O amigo João Pedro Negreiros, 19, atuou com a vítima em Sobradinho e lembra que o tinha como um espelho quando ele defendeu o clube paulista. Nas redes sociais, colegas deste período no São Paulo, como o meio-campista Paulinho Boia e o lateral Éder Militão, lamentaram o ocorrido e compartilharam mensagens carinhosas a Raul.
 
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo
Filho do piauiense Paulo Soares, natural de Monte Alegre, localizado ao sul do estado. Paulo clama por justiça e busca respostas.
 
A investigação está sob responsabilidade da 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho 2). Segundo a Divisão de Comunicação da Polícia Civil (Divicom), nenhum suspeito foi preso até a última atualização desta reportagem.
 
 
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente
Por favor digite seu nome