Governo do Estado anula concurso para soldados e oficiais do Corpo de Bombeiros do Piauí

0
108
Foi anulado o concurso para oficiais e soldados do Corpo de Bombeiros que foi alvo da operação Vigiles em novembro de 2016, que resultou na prisão de 27 pessoas suspeitas de participar de um esquema para fraudar o concurso. A decisão para anulação foi tomada pelo Governo do Estado, após parecer favorável do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco).
Na manhã desta quinta-feira (23) a portaria que anulou o certame foi assinada pelo secretário de Administração Franzé Silva e pelo coronel Frederico Macêdo, comandante do Corpo de Bombeiros do Piauí.
Com a decisão, a inscrições já feitas serão mantidas, mas quem preferir não realizar mais a prova poderá reclamar seu dinheiro de volta. O Nucepe ficará encarregada de estipular o novo cronograma para realização das provas para o Certame.
A Operação
A operação da Polícia Civil, foi realizada por meio da Divisão de Crimes de Corrupção, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), no dia 17 de novembro de 2016 apurar fraudes no concurso público do Corpo de Bombeiros do Piauí, realizado em 2014.  Intitulada de Vigiles, a operação cumpriu 36 mandados de prisões, 35 mandados de condução coercitiva e 71 de busca e apreensão expedidos pelo juiz Dr. Luís de Moura Correia, titular da Central de Inquéritos Policiais de Teresina.
Viaturas dos Bombeiros do Piauí.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente
Por favor digite seu nome