Vereador posta vídeo se masturbando em sala de escola pública

0
327
O vídeo teve duração de cerca de 30 segundos e foi espalhado em outras redes sociais.
 

Um vereador de Montadas, na Paraíba, publicou no Facebook um vídeo dele se masturbando dentro de uma escola pública. O vídeo foi postado na terça-feira (19) e passou pelo menos 2 horas no perfil do parlamentar. O vereador Sebastião da Costa Silva (PSB) alega que não sabe como postou o vídeo e disse que “foi sem querer”.

No vídeo, o vereador aparece se masturbando em uma sala da escola estadual Maria José de Sousa, que fica na zona urbana de Montadas. O vídeo teve duração de cerca de 30 segundos e foi espalhado em outras redes sociais depois da publicação, mesmo depois do vereador ter apagado a postagem.

 A Polícia Civil informou que ainda não foi noticiada oficialmente do caso e por isso ainda não instaurou inquérito. Em nota, a direção da Escola Estadual de Ensino Médio Maria José de Souza informou  que o fato ocorreu no auditório da escola, no turno da tarde. “Entretanto, as aulas ocorrem nos turnos manhã e noite, desta forma, os alunos não foram expostos a nenhum tipo de constrangimento referente à situação”.

O vereador Sebastião da Costa Silva assumiu que é ele quem aparece no vídeo e que o ato ocorreu dentro de uma sala da escola, onde estava só. Ele alega que não sabe como o vídeo foi postado e acredita que tenha ocorrido um toque indevido no “touch screen” da tela do aparelho celular dele, onde a rede social fica logada.

“Foi um equívoco que aconteceu. Nem todo mundo tem controle de manusear o aplicativo. Eu jamais iria publicar um vídeo para me prejudicar. Não mandei para ninguém. O ato normal, porque todo homem faz isso. O vídeo foi gravado em uma sala fechada, onde não tinha presença de ninguém, além de mim. Eu reconheço a falha (por ter feito o vídeo na escola), mas todo mundo que se colocar no lugar vai entender. Agora eu estou sendo vítima das pessoas que estão espalhando esse vídeo”, disse ele.

O vereador disse que estava na escola pública, pois teria participado de um evento no dia anterior e foi ao local para fazer uma limpeza. Sebastião da Costa Silva disse que pretende abrir ações judiciais contra as pessoas que salvaram o vídeo e postaram em outras redes sociais”, disse ele.

Pedido de cassação na Câmara de Vereadores

O presidente da Câmara de Vereadores de Montadas, Cássio Avelino (PSD), disse já foi protocolado um requerimento em repúdio a atitude do vereador e feito um pedido para abertura do processo de cassação do mandato do vereador.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente
Por favor digite seu nome